Funkstörung

Chris de Luca, Experimental, Funkstörung, IDM, Leftfield, Michael Fakesch, Música Eletrônica -

Funkstörung

Funkstörung significa interferência de rádio. Mas também significa um som com uma identidade única que seria considerada, dentro daquilo que fica na intersecção entre a música eletrônica e o experimental, IDM / Leftfield. A dupla alemã de produtores que iniciou o projeto em 1999 faz experimentações diversas não apenas no som (onde não se intimidam nos processos e nas pressões mercadológicas e misturam, sem pudor, elementos do rap, break beat, pop, funk e tudo o que oscilar nos moduladores), mas também no design de suas produções e, com maior intensidade, nos videoclipes conceituais de suas tracks autorais e remixes.

O duo formado por Michael Fakesch e Chris de Luca se lançou, oficialmente, na cena musical com o disco “Additional Productions”, uma espécie de coletânea dos remixes que eles fizeram em parceria para artistas como Björk e Wu-Tang Clan.

 

FUNKSTÖRUNG - DISCONNECTED - LP

 

Depois do primeiro disco, lançado em 2000, a dupla trouxe para as pistas, em 2004, o disco “Disconnected” que, sob a minha perspectiva, conseguiu traduzir sentimentos e sensações de estranheza, despersonalização, dentre outras batalhas travadas entre o si consigo mesmo, em música. A utilização de white noise em diversos momentos materializa essa sensação de desconexão enquanto um som de sensibilidade única e muita personalidade tece uma realidade paralela que brinca com elementos e instrumentos analógicos, eletrônicos e efeitos que vão desde um reverb muito bem calibrado até a utilização estrategicamente composta de músicas em um denso estéreo.

Só como uma espécie de petisco, dá uma conferida no videoclipe da música “Disconnected”:

 

 

E se você ficou na fissura por mais produções de Funkstörung, venho trazer uma boa e uma má notícia pra você. Vamos, é claro, começar pela boa: além dos dois discos que eu comentei anteriormente, eles possuem outros dois discos, um de 2005 (ano em que a dupla resolveu seguir por diferentes caminhos) e outro de 2015 (ano em que resolveram voltar com produções antigas, porém inéditas), eles também tem diversos trabalhos solo. Agora, a má notícia é que desde o último lançamento deles, em 2015, não tivemos mais nenhum tequinho de produções deles...

De qualquer forma, vale muito conferir o som desses dois, ainda mais quando tem um disco deles dando mole lá na nossa loja virtual: clica na imagem, logo ali em cima, do disco “Disconnected” pra conferir! E vai na fé!